Despertar do dia – 20/10/2017


“Assim como existe apego às coisas positivas, existe também às negativas. Você está tão identificado com o medo, tão identificado com o ódio, tão identificado com seus traumas, que um apego passa a existir. Você simplesmente não consegue se imaginar não sentindo medo, não sentindo ódio, não sofrendo com qualquer tipo de dor. E o primeiro passo para sair dessa situação é mudar sua crença, é acreditar na possibilidade de uma vida baseada no amor. A partir desse momento, você começa a se desidentificar do “eu” sofredor”.

[instagram-feed num=0 cols=0]
 

Deseja receber nosso conteúdo diário?

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

Gostaria de receber nosso conteúdo diário?