Despertar do dia – 01/08/2020

“Toda felicidade oriunda do cumprimento das exigências do ego terá baixa intensidade e pouca duração. A verdadeira felicidade floresce do reencontro com a nossa essência, ela é o resultado natural da recordação da divindade que somos. E é quando essa consciência é atingida que a felicidade deixa de depender de fatores externos, das ilusões do ego, e passa a ser o seu estado natural, o estado de uma consciência unificada com o Todo”.

Deseja receber nosso conteúdo diário?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

Gostaria de receber nosso conteúdo diário?