Despertar do dia – 19/10/2020

“Enquanto houver a crença na dualidade haverá culpa. E isso corresponde a dizer que enquanto você estiver identificado com a ideia de certo ou errado, enquanto agir a partir do julgamento, em algum momento você irá, no seu próprio conceito, errar e fatalmente entrará na culpa. E é por isso que a culpa deixa de existir à medida que você se torna consciente de que tudo são experiências, de que cada situação vivenciada é uma das infinitas possibilidades que podemos experimentar”.

Deseja receber nosso conteúdo diário?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

Gostaria de receber nosso conteúdo diário?