Despertar do dia – 24/05/2020

“Para se recordar quem realmente É, primeiro, é preciso abrir mão do “eu” que você acredita ser. E isso corresponde a dizer que você avança em direção a sua verdadeira essência à medida que enxerga e se desidentifica do “eu” ilusório criado pelo ego, o “eu” que se julga separado do Todo, separado de Deus”.

Deseja receber nosso conteúdo diário?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

Gostaria de receber nosso conteúdo diário?