Despertar do dia – 30/10/2018


“Através dos nossos medos, manifestados pela racionalização, sufocamos a nossa intuição, a conexão com a nossa alma que nos mantém alinhados com o caminho do amor. Então ao mesmo tempo que o coração está conectado com o novo, que sente a realidade da Nova Era, a mente ainda está presa ao velho, ao jogo do medo proposto pelo ego. E é através do silêncio, do processo de introspecção, que surge a consciência colocando a mente no seu devido lugar, que é o de servir ao coração”.

[instagram-feed num=0 cols=0]
 

Deseja receber nosso conteúdo diário?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

Gostaria de receber nosso conteúdo diário?