Despertar do dia – 06/12/2016


“O sofrimento precisa ser reclassificado. Hoje ele é visto como normal, digno, prova de amizade – como necessário. Se você não sofreu na vida para ter dinheiro, você não é digno. Se você não sofre ao ver o amigo sofrer, não é amigo. A ideia de uma vida sem problemas, sem dores, não soa com normalidade; algum tipo de sofrimento precisa existir, aí sim somos normais. Enquanto houver essas crenças, a dor será garantida. É preciso um desejo de mudança – oriundo da consciência – para que o sofrimento tenha fim.”

Deseja receber nosso conteúdo diário?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia também:

Gostaria de receber nosso conteúdo diário?